Imagina na Copa – caminhos para a transformação social | Espiritualidade nos Negócios

Imagina na Copa – caminhos para a transformação social

Virou bordão já há algum tempo. Toda vez que enfrentamos o caos instalado no trânsito, nos aeroportos ou dependemos de serviços públicos que não funcionam e deveriam ser garantidos com qualidade (em razão da quantidade sem fim de tributos que pagamos!), engatamos a frase: “se as coisas estão ruins agora, imagina na Copa”. O bordão tem razão pra existir, afinal, como todos estão cansados de saber, o governo investiu muuuuiiiiito dinheiro nos estádios e praticamente nada em mobilidade urbana e na infraestrutura das cidades que sediarão a Copa. Se, por um lado, existem motivos pra reclamar, de outro lado também existem razões pra celebrar as ações positivas que estão acontecendo na sociedade, fruto da iniciativa de pessoas engajadas em transformar as comunidades onde vivem em lugares melhores. Foi com esse olhar positivo sobre o poder de mobilização e transformação das pessoas que surgiu o “Imagina na Copa”, uma plataforma de mobilização social encabeçada por quatro jovens (Fernanda Cabral, Mariana Campanatti, Mariana Ribeiro e Tiago Pereira), que tem por objetivo impulsionar iniciativas de impacto social entre os jovens por todo Brasil, alavancar projetos que já existem ou ainda estão no papel, e, com isto, mudar a vida das pessoas para melhor.

“Nós acreditamos que o Brasil pode sair campeão dessa Copa. E isso vai além do futebol. É a hora de a gente aproveitar esse momento para mudar nosso país pra melhor. Em vez de usar ‘imagina na Copa’ para reclamar do que está errado, vamos usar ‘imagina na Copa’ para nos unir e fazer dar certo!”, afirmam os organizadores da iniciativa.

O projeto teve início em 2012 e pretende, até 12 de junho de 2014, publicar em seu site 75 histórias (documentários em vídeo) de jovens que já estão mudando o país para melhor. A proposta é que estas histórias sirvam de inspiração e mostrem que é possível promover um impacto positivo em diversas causas sociais, seja por meio de trabalho voluntário, ações pontuais, projetos e negócios em prol da sociedade. Por meio do site do “Imagina” é possível se conectar com os jovens à frente das ações sociais veiculadas, replicar ações na sua comunidade e indicar algum projeto que você conheça, e cuja história também pode ser contada no site, caso seja selecionada.

Liberte seus sonhos
Um ponto bacana do “Imagina na Copa” é que a plataforma desmistifica a ideia que muitas pessoas têm de que para ajudar os outros é necessário arquitetar um projeto gigantesco e dispor de muito dinheiro. De forma geral, as transformações positivas que mais engajam e causam impacto nascem de ideias simples e criativas, porém, com uma grande intenção (que é o que vale, no final das contas!). Um exemplo é a História 1 (“Liberte seus sonhos”). Idealizada por Gabriele Valente, gaúcha moradora da Lapa, na região central do Rio de Janeiro, o movimento “Liberte seus Sonhos” é uma intervenção urbana colaborativa que convida quem passa pelo local a compartilhar seus sonhos. Mais simples, impossível, porém com grande resultado. Tudo começou devido a uma inquietação de Gabriele em relação ao muro de um prédio abandonado perto da sua casa.

“Eu olhava sempre pra essa parede e pensava: o que eu posso fazer ali?”, conta. Inspirada pelo trabalho da artista e designer americana Candy Chang – que utiliza intervenções urbanas como uma forma de estimular as pessoas a refletirem sobre si mesmas e sobre a vida – Gabriele resolveu dar vida ao muro. Após tomar a iniciativa de conversar sobre sua ideia com alguns moradores do bairro, Gabriele conseguiu apoio e dinheiro para transformar o muro em uma grande lousa “viva” a céu aberto, onde as pessoas podem interagir escrevendo com giz quais são os seus sonhos.

Liberte-Seus-Sonhos-Blog-Unimed-2

Transformação artística: o muro de Gabriele melhorou o astral da rua e aproximou as pessoas
“Você tem que tomar a iniciativa, fazer, ir atrás, mas se você não se mover, não mostrar o que quer, ninguém vai descobrir. A pessoa não pode deixar de sonhar, porque o sonho é real. Se você acreditar nele, cada vez ele se torna mais real. Não só o sonho que a gente sonha à noite, mas o sonho que a gente sonha acordado, que é o mais legal”, diz Gabriele.

Que ônibus passa aqui?
Outro exemplo de ideia simples com grande impacto social positivo é a ação “Que Ônibus Passa Aqui”. Criada pela Shoot the Shit (dos publicitários e amigos Luciano Braga e Gabriel Gomes), a ação foi criada com o propósito de resolver um problema real de mobilidade urbana: informar as pessoas sobre o itinerário dos ônibus nos pontos. Quem um dia já teve que pegar ônibus em um ponto que não conhecia, com certeza, já passou pelo drama de ficar perguntando pra todo mundo qual linha de ônibus funciona no local (se você não tem smartphone e acesso ao Google, a solução ainda é pedir informação para o jornaleiro. Imagina os turistas na Copa?!).

Pensando em melhorar esta situação, a Shoot the Shit desenvolveu um adesivo com o título “Que ônibus passa aqui”, disponibilizou o arquivo gratuitamente na internet e criou um passo a passo sobre como replicar a ação. Basta imprimir o arquivo em formato adesivo em uma gráfica e colar no ponto de ônibus. A ideia é que as pessoas que utilizam o ponto contribuam com a ação, escrevendo o itinerário e o horário dos ônibus que passam por ali. O adesivo serve como uma placa de informações para que os usuários do transporte público consigam chegar até o seu destino. Simples de ser executada, a ideia é fácil de ser replicada e, por meio do compartilhamento positivo, promove uma ação social importante, principalmente nos grandes centros urbanos.

Está com calor? Plante uma flor!
Você está morrendo de calor nesse verão? Ao invés de ficar aí só reclamando, com o ventilador ligado no talo, plante uma flor! É o que propõe a História 53 (Não Reclame do Calor, plante uma for), recentemente postada no site. Criada e disseminada em Cuiabá, cidade aonde as temperaturas chegam a alcançar 45°C no verão (e você frita ovo no asfalto), este movimento estimula as pessoas a plantar mudas nos canteiros e calçadas das áreas urbanas. A ideia é rearborizar as cidades, tornando-as espaços de coabitação entre pessoas e pássaros. Sem mencionar o fato de que a presença maior de árvores contribui para diminuição da sensação térmica. Sombra em época de sol escaldante nunca é demais! No vídeo, as integrantes do movimento também indicam um passo a passo sobre como aplicar esta ideia no seu bairro, sem correr o risco de ser autuado pela prefeitura.

O site do “Imagina na Copa” também compartilha esporadicamente uma série de “missões”. São convocações públicas com o intuito de mobilizar as pessoas em torno de ações simples, que vão desde entregar uma flor a um desconhecido à doação de roupas ou livros. Como os organizadores do projeto afirmam, precisamos mudar o foco da nossa atenção, que hoje está centrada em “a culpa é de quem?”, para “a responsabilidade é minha também!”. Só assim conseguiremos construir uma sociedade melhor.

Ficou interessado em conhecer as histórias?
Inspire-se, compartilhe e imagine você também um mundo melhor:
www.imaginanacopa.com.br
Pra baixar o adesivo do “Que ônibus passa aqui?”, acesse:
http://www.shoottheshit.cc/Baixe-aqui-o-adesivo

Autor: Fernando Ferragino

Compartilhe

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*